O quão boa é a classe de Running Backs deste ano?

4
472

Muito se falava antes do Draft de 2017 como a classe de RB’s era boa e recuperava o prestígio da posição.
Não era para menos. Havia nomes como Leonard Fournette, Christian McCaffrey e Dalvin Cook cotados para primeira rodada (Cook acabou saindo para segunda). Tivemos 8 jogadores da posição escolhidos nos 2 primeiros dias e além dos nomes citados, Alvin Kamara e Kareem Hunt fizeram muito barulho no seu rookie year (e até suplantaram os 3 primeiros).

Pois bem, vou cravar uma coisa aqui: a classe de 2018 consegue a façanha de ser ainda melhor!E terá mais de 8 nomes chamados até o fim do dia 2!

Desta vez não temos discussão sobre quem é o RB1 da classe: Saquon Barkley de Penn State. Em mais de 12 anos fazendo scouting, nunca fiz um de um RB tão completo. Barkley é tão bom que se cogita ser escolhido como pick 1, coisa inimaginável para posição de RB nos últimos anos, pela facilidade em se encontrar bons talentos na mesma em rounds inferiores.

Se não houvesse Barkley, estaríamos falando sem parar em Derrius Guice, o RB de LSU. Forte, com excelente aceleração, ele tem potencial para ser um franchise RB na liga.

No começo do ano, poucos falavam em Ronald Jones II, de USC. Mas ele carregou o piano diante as dificuldades de Sam Darnold e foi o verdadeiro responsável pelas performances do ataque de USC, vencendo jogos duros.

Não podemos esquecer as duas duplas que estão na final do College Football: Em Georgia, Nick Chubb e seu pacote tipo NFL, com explosão e força, e seu companheiro e arma nas big plays Sony Michel. Do lado de Alabama, o se não fenomenal jogador mas com produtividade muito acima da média e o monstro físico Bo Scarbrough.

E o que falar de Bryce Love, que jogando com um ataque aéreo bem mediano em Stanford, quase levou o Heisman Trophy com sua agilidade e velocidade?

Rashaad Penny vem da pequena San Diego State, mas tem capacidade de ser uma arma eficaz correndo e recebendo passes. É o famoso sleeper, aquele cara que você não dá a atenção merecida.

Ainda temos Myles Gaskin, Akrum Wadley,Kallen Ballage, Kerryon Johnson, John Kelly, Mark Walton. E mais nomes que ainda vão chamar a atenção.

Então fica a dica, muito olho na classe de RBs, ela pode ser histórica!

4 COMENTÁRIOS

  1. Estamos vendo muitos mocks que trazem o Barkley pro Colts na pick #3. Ao mesmo tempo observamos, ainda, uma fragilidade da OL. Mesmo que ela tenha evoluido ligeiramente no apoio ao jogo corrido ainda sofremos com lesões que sempre dificultam a continuidade dos jogadores do setor. Você acredita que ainda que o Colts tenha esses problemas, valeria a pena trazer Barkley ou seria mais interessante um trade down por um jogador de OL ou adicionar um ILB (também need do time, principalmente com a futura mudança pra uma defesa 4-3 base)?

    • Carolina vamos lá:
      É normal colocarem o Saquon em qualquer time que ele chega depois da pick 1, por que ele é o melhor jogador em 99% dos boards. Mas eu acho que pros Colts existem outros buracos a serem preenchidos e consegue bons RBs mais pra baixo. Se o time estivesse mais pronto seria sensacional. Mas hoje acho que precisa mais de outras peças, não pode se dar ao luxo.
      Eu comprei durante muito tempo a ideia do Bradley Chubb, para melhorar o pass rush que é apenas mediano e continuo achando ela válida. Mas analisando do ponto de vista que você citou, o cenário para mim seria:
      – Se o problema for Guard e Quenton Nelson estiver disponivel, pegue sem pensar duas vezes. Se ele não tiver disponível, nao tem nenhum que valha primeiro round.
      – Se for C, Billy Price e Frank Ragnow estarão disponíveis provavelmente entre a pick 25 e 45.
      – Se for OT vale fazer um trade down, acumular picks e pegar McGlinchey ou Connor Williams ainda no primeiro round
      – Se quiser pickar um ILB, Roquan Smith é um blue chip player e vale a escolha no top 5. Os demais só pro final do primeiro para começo do segundo.
      – Ainda se Minkah Fitzpatrick estiver disponivel é algo a se considerar. Ele e Hooker seriam sensacionais.

      Vale lembrar que se Denver resolver seu problema de QB no FA, deve estar de olho em todos jogadores citados acima na pick 5, especialmente Nelson e Smith.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here