Como foi a temporada das escolhas de 1° round em 2017?

0
567

Findo o Super Bowl e começando o jejum de football, o Draft entra ainda mais em evidência. Mas a pergunta que todo ano vem é: Como foi o ano dos escolhidos ano passado?.
Vamos relatar brevemente o ano de cada um das primeiras escolhas do último Draft. Mate sua curiosidade e veja quem surpreendeu e quem decepcionou.

cleveland-browns1 – Cleveland Browns – Myles Garrett – ED – Texas A&M

Perdeu os 4 primeiros jogos por lesão no tornozelo, e depois mostrou destaque. Depois ficou de fora de mais 2 jogos por concussão, mas quando esteve em campo (10 de 16 jogos) foi dominante com 28 tackles, 7 sacks, 1 passe defendido e um fumble recuperado. Espera-se que se mantenha saudável e possa alcançar um grande patamar em 2018.

chicago-bears2 – Chicago Bears – Mitch Trubisky- QB- North Carolina

Começou o ano como reserva, mas ganhou a posição na semana 5. Teve um suporte pobre com o péssimo John Fox como HC, mas mostrou bons momentos e deixou a impressão que com peças e um esquema melhor pode dar caldo. Teve 4 vitórias e 8 derrotas. Lançou 7 TD’s e 7 interceptações, além de sofrer 10 fumbles (perdendo 3).

san-francisco-49ers3 – San Francisco 49ers – Solomon Thomas – ED – Stanford

Se não dá pra dizer que Thomas foi ruim, dá ao menos para dizer que foi longe do que se espera de uma pick 3. Ele conseguiu 41 tackles e apenas 3 sacks. O torcedor do 49ers espera que ele mostre evolução para 2018.

jacksonville-jaguars4 – Jacksonville Jaguars – Leonard Fournette – RB – LSU

Jogando no esquema certo Fournette carregou o piano nos Jaguars, num ataque que tinha como QB o limitadíssimo Blake Bortles. Mesmo perdendo 3 jogos (2 por lesão e 1 por perder a hora e ser punido), ele foi a final da AFC só sendo derrotado pelos Patriots. Ao todos foram 1282 jardas (média de 3,8 por carregada) e 13 TDs. Pelo ar foram 43 recepções para 346 e 1 TD. Ele não perdeu nenhum fumble.

tennessee-titans5 – Tennessee Titans – Corey Davis – WR – Western Michigan

Perdeu 5 jogos por lesão e foi decepcionante na temporada regular com apenas 34 recepções para 375 jardas e nenhum TD. Melhorou nos playoffs, conseguindo 9 recepções para 98 jardas e 2 TDs nos 2 jogos. Com a mudança de CT para 2018 e uma mudança de sistema tende a render mais.

new-york-jets6 – New York Jets – Jamal Adams – S – LSU

Se mostrou um jogador elétrico e acima da média. Excelente tackleador, jogou no box e em cover deep com tranquilidade. Foram 83 tackles, 2 sacks e 1 fumble forçado.

san-diego-chargers7 – Los Angeles Chargers – Mike Williams – WR – Clemson

Sofreu com lesões, perdendo toda pré temporada e os 5 primeiros jogos da temporada regular. Não conseguiu ser titular nos demais jogos, tendo apenas 11 recepções para 95 jardas e nenhum TD. Precisa ter uma temporada toda saudável para tentar mostrar seu jogo.

carolina-panthers8 – Carolina Panthers – Christian McCaffrey – RB – Stanford

McCaffrey foi o jogador que se esperava: Dinâmico, contribuiu tanto correndo (451 jardas em 123 corridas e 2 TDs) quanto recebendo (86 recepções para 752 jardas e 6TDs). Além disso foram 220 jardas retornando. Extremamente sólido.

cincinatti-bengals9 – Cincinatti Bengals – John Ross – WR – Washington

Um desastre. Muitas lesões, 1 toque na bola para uma corrida de 12 jardas que acabou num fumble perdido. Para esquecer e pensar que 2018 é um começo do 0 para John Ross na NFL.

kansas-city-chiefs10 – Kansas City Chiefs – Patrick Mahomes – QB – Texas Tech

Foi reserva de Alex Smith e só jogou na semana 17, conseguindo vencer o Denver Broncos. Com a troca de Smith para os Redskins será o titular em 2018.

new-orleans-saints11 – New Orleans Saints – Marshon Lattimore – CB – Ohio State

Novato defensivo do ano, mudou a cara da antes combalida defesa dos Saints. Apesar de ter perdido 3 jogos por lesão suas stats foram: 56 tackles, 5 interceptações (uma retornada para TD), 22 passes defendidos, 1 fumble forçado e 1 recuperado. Sensacional!

kansas-city-chiefs12 – Houston Texans – Deshaun Watson – QB – Clemson

Ganhou a posição no intervalo do 1° jogo da temporada e vinha fazendo uma excelente temporada, com 19 TDs e 8 interceptações, além de 2 correndo. Num treino sem contato rompeu o ACL e perdeu o resto da temporada. Porém deixou claro sua condição de starter para 2018.

arizona-cardinals13– Arizona Cardinals – Haason Reddick – LB – Temple

Jogador que cresceu muito por conta de sua capacidade atlética, Reddick parece que ainda precisa de adaptação a liga. Atuando mais como backup ele teve 36 tackles, 2,5 sacks e 2 fumbles forçados. Tem potencial para crescimento.

philadelphia-eagles14 – Philadelphia Eagles – Derek Barnett – ED – Tennessee

Entrou na poderosa rotação do time que venceu o Super Bowl e não decepcionou. Mesmo sem ser um starter conseguiu 23 tackles, 7 sacks e 1 fumble forçado. Além disso recuperou o fumble decisivo no Superbowl. Estando full time em campo sua stats devem subir muito.

indianapolis-colts15 – Indianapolis Colts – Malik Hooker – S – Ohio State

Vinha na briga pelo calouro do ano defensivo, até machucar o joelho na semana 7 e perder o resto da temporada. Em apenas 6 jogos ele teve 22 tackles, 4 passes defendidos e 3 interceptações.

baltimore-ravens16- Baltimore Ravens – Marlon Humphrey – CB – Alabama

Atuando mais como nickel CB, Humphrey mostrou grande potencial e desenvolvimento.Foram 34 tackles, 11 passes defendidos e duas interceptações.

washington-redskins17 – Washington Redskins – Jonathan Allen – DT – Alabama

Vinha jogando bem, com 10 tackles e um sack, até se machucar e ser colocado na IR na semana 6.

tennessee-titans18 – Tennessee Titans – Adoree Jackson – CB- USC

Foi consistente e se provou com capacidade para ser starter durante alguns anos. Teve 70 tackles, 17 passes defendidos e 3 fumbles forçados. Além disso, se tornou o retornador de chutes titular do time.

tampa-bay-buccaneers19 – Tampa Bay Buccanneers – OJ Howard – TE – Alabama

Howard tem teto para voar mais alto, mas classificar sua temporada como decepcionante seria injusto. Num time melhor organizado ele poderia ter rendido mais. Mesmo perdendo 2 jogos, foram 26 recepções para 432 jardas e 6 TDs.

denver-broncos20 – Denver Broncos – Garrett Bolles – OT – Utah/strong>

Bolles cometeu o erros que se espera de um novato, mas teve bons momentos. Jogou com muita intensidade, evoluiu na proteção ao passe e deu esperança ao torcedor de Denver.

detroit-lions21 – Detroit Lions – Jarrad Davis – LB- Florida/strong>

Os Lions fizeram uma aposta que poucos esperavam e se deram bem.Perdendo 2 jogos por concussão, mesmo assim conseguiu 96 tackles, 2 sacks, 1 fumble e uma interceptação. Foi o rookie com mais tackles na temporada.

miami-dolphins–22 – Miami Dolphins – Charles Harris – ED – Missouri

Harris entrou apenas na rotação e não conseguiu ser impactante como se esperava. Foram apenas 19 tackles e 2 sacks, o que deixou os torcedores dos Dolphins com a orelha de pé.

new-york-giants23 – New York Giants – Evan Engram – TE – Ole Miss

Atuando basicamente como arma aérea, Engram foi a válvula de escape de Eli no desfalcado ataque dos Giants. Ele conseguiu 64 recepções para 722 jardas e 6TDs e justificou sua pick.

oakland-raiders24 – Oakland Raiders – Gareon Conley – CB – Ohio State

Conley lesionou a canela na pré temporada e tentou voltar nas semanas 2 e 3, mas só agravou a lesão e perdeu o restante do ano.

cleveland-browns25 – Cleveland Browns – Jabrill Peppers – S – Michigan

Apesar da má utilização por parte da CT dos Browns dos safeties, Peppers teve uma temporada satisfatória. Foram 57 tackles, 3 passes defendidos e uma interceptação. Além disso, contribuiu com 498 jardas retornando chutes.

atlanta-falcons26 – Atlanta Falcons – Takkarist McKinley – ED – UCLA

Mais um novato que entrou na rotação de pass rushers. Contra o jogo corrido não foi tão efetivo, tendo 20 tackles. Em compensação fez um certo barulho como rusher conseguindo 6 sacks e forçando 2 fumbles.

buffalo-bills27 – Buffalo Bills – Tre’Davious White – CB – LSU

Que bela escolha de Buffalo. White foi dominante em grande parte do tempo marcando em man. Foram 69 tackles, 19 passes defendidos, 4 interceptações e 1 um fumble forçado. Jogador que surpreendeu a todos e em breve poderá ter seu nome entre os melhores da liga.

dallas-cowboys28– Dallas Cowboys – Taco Charlton – ED – Michigan

Não conseguiu ganhar a vaga como starter e produziu menos que se esperava. Foram 19 tackles e 3 sacks, além de 1 fumble forçado.

cleveland-browns29 – Cleveland Browns – David Njoku – TE – Miami

Em meio a bagunça que foram os Browns, Njoku não pode mostrar tudo que é capaz. Mesmo assim, teve números medianos: 32 recepções para 386 jardas e 4 TDs.

pittsburgh-steelers30 – Pittsburgh Steelers – TJ Watt – ED – Wisconsin

O irmão de JJ se mostrou um jogador talentoso e versátil. Conseguiu 54 tackles e 7 sacks, mas também contribuiu com 8 passes defendidos e uma interceptação. Encaixou-se muito bem no esquema dos Steelers.

san-francisco-49ers31 – San Francisco 49ers – Reuben Foster – LB – Alabama

Perdeu os 6 primeiros jogos da temporada com uma lesão no tornozelo, mas depois se provou uma máquina de tackles. Foram 76 em apenas 10 jogos e a sensação que foi um ótima escolha. Ao final da temporada foi detido em Alabama por posso de maconha.

new-orleans-saints32 – New Orleans Saints – Ryan Ramczyk – OT – Wisconsin

Barbarizou na sua primeira temporada. Foi muito bem ajudando a dar uma nova cara ao ataque dos Saints e dando tranquilidade a Drew Brees. Terminou com a 8° nota mais alta entre todos os OT no PFF

COMPARTILHAR
Artigo anteriorJamar Summers vs Memphis (2017)
Próximo artigoJaleel Wadood vs Utah (2017)
Head Coach no Football nacional desde 2009, torcedor do Denver Broncos desde que viu Terrell Davis fazer miséria no Super Bowl XXXII (Migh High Salute!). Apaixonado por Scouting e Draft, ama também a Isabel, MMA, Star Wars, Chaves e o Coringão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here